segunda-feira, julho 21

Ontem foi o Carnaval de Verão em Santa Cruz, não existe nada mais decadente. É parecido com o de Torres Vedras, só que neste a Câmara Municipal de Torres Vedras (que se orgulha de ter o Carnaval mais português de Portugal, de não precisar de brasileiros para fazê-lo) contrata meia dúzia de brasileiros irritantes (melhor ainda, gasta dinheiro como o raio neles) para tocar/cantar/dançar sem talento algum. Ainda mais simpático é começarem logo às 10 da manhã com música sem qualquer tipo de qualidade (do calibre dos Santamaria ou dos Vengaboys, mas ainda pior) e acordar a vizinhança toda (Santa Cruz é uma terra que vive do ambiente nocturno e da praia quase exclusivamente, onde as pessoas dormem de manhã, pois se deitam tarde). À noite, pensando que houvesse um ambiente interessante, estava vestido com um fato de macaco cor-de-laranja e dizia às pessoas: "Olá, eu sou o Rod e arranjo esquentadores, queres conhecer-me?", mas ninguém quis, talvez por eu ser dos poucos mascarados.