segunda-feira, junho 13

WACKO JACKO


Michael Jackson foi absolvido hoje das acusações de abuso de menores e aquelas coisas todas. Uma vitória para a justiça, para a música, para o que quer que seja. Milhares de pessoas sem vida própria que mimetizam todos os passos do homem rejubilam. O regozijo é geral. Mas há algo que escapou a muitos. Quando acompanhava em directo - e aqui entra a hipocrisia de ter falado dos fãs do Jackson - a espera pelo veredicto, reparei que Michael Jackson envergava uma camisa para laçarote com uma gravata por cima. Saiu de casa à pressa? Não sabe vestir-se? O que é que se passou? O que é facto é que não é algo inédito:

Jacko's free, baby, Jacko's free

Um homem sem qualquer tipo de noção da realidade, que cresceu publicamente, famoso, foi absolvido. Fixe. Mas o tipo não sabe combinar roupa. Não sabe, não sabe, não sabe. E já teve pinta, com o Quincy Jones e assim. Agora não. Ele musicalmente está morto há vários anos.