segunda-feira, agosto 22

O MESTRE


O Clube de Fãs do José Cid teve hoje o privilégio de assistir ao vivo a um concerto do Mestre. Foi em S. Mamede da Ventosa, perto de Torres Vedras, e foi absolutamente memorável. Não há concerto do Mestre como o primeiro. E não há mesmo.

Foi especial, mágico até. O chão era de terra batida, os músicos de excepção. Entrei no recinto das festas e havia quermesses (a organização chamava-lhes "carmesses"), casais a dançar, gente a divertir-se, tudo ao som dos sons quentes de Ivo Electrónico e Primo. É uma banda familiar, cujo propósito não é inovar, mas sim divertir as pessoas. Há três teclados em palco e uma voz. São duas pessoas, dois jovens, que se divertem a divertir os outros. É um processo louvável. São grandes músicos e um dia serão muito bons. Têm canções pop geniais, verdadeiras pérolas, que não devem nada a outros grandes compositores. O destaque vai para "Iolanda" e a sua batida latina e melodia quente com sopros sintetizados. É também de salientar a percussão que fazem com o teclado, ajuda a quebrar a monotonia dos ritmos pré-programados e a dar alguma humanidade à experiência. Um conjunto brilhante que só pecou por ter aberto um concerto do Mestre.
Era, obviamente, o concerto da noite e os dois ecrãs gigantes montados à direita e à esquerda do palco não deixavam espaço para enganos. Apareceu um homem da organização a dizer que este era um grande conjunto, o conjunto de José Cid. Até falou de ter visto nos anos 60, num baile de finalistas em Torres Vedras, o mítico Quarteto 1111. Mas, e a surpresa está aqui, em palco, antes de entrar o Mestre Cid, estava nada mais nada menos do que Mike Sargeant, o guitarrista do Quarteto 1111. Só podia ser uma noite memorável.
Tudo começa com o som quente do saxofone em "Cai Neve em Nova Iorque". José, acabado de entrar em palco depois da sua banda, numa entrada triunfal, vestido com uma camisa que não pode ser descrita por palavras, pede ao público também para cantar. Engana-se no primeiro refrão, mas não faz mal, é José Cid, é José Cid, é José Cid. Troca a letra e, em vez de dizer "Faz-me falta Lisboa" diz "Faz-me falta S. Mamede". É um artista que vive e sente e se emociona com cada terra, com cada local, com cada mundo dentro do nosso país. É um artista português.
O senhor, que durante as próximas horas falará sobre o rock português, sobre a sua banda pioneira, o Quarteto 1111, e tocará os seus maiores êxitos, como "20 Anos", "Um grande, grande amor" ou "O meu piano". Nota-se que é um senhor, um homem que sofre, que sofre pela sua arte. Emocionado, pede às crianças para pararem de brincar, argumentando que canta com o coração e isso não é compatível com gritos de crianças. Irá também pedir-lhes depois que parem de lançar pó para cima dele que isso poderia afectar a sua garganta.
Canta fados, canta "El Rei D. Sebastião", revisita clássicos e apresenta um tema novo: "Nunca mais voltei a Espanha". Este tema, onde o músico explica que nunca mais voltou a Espanha porque tem Espanha no coração, vê e ouve o Mestre tocar percussão, aproximando-se do flamenco e até fazendo cânticos em espanhol. É um tema que ainda não foi gravado. Ficará na nossa memória quando for gravado.
Há uma página na história da música portuguesa guardada para José Cid. Do Quarteto 1111 à carreira a solo, passando pelos Green Windows, sempre teve Mike Sargeant a acompanhá-lo na sua música. As suas canções ficaram, e este concerto foi um exemplo disso. Miúdos e graúdos dançaram e cantaram ao som da música mais bonita alguma vez gravada e tocada. Sabiam as letras e conheciam os temas. "Rock Rural" foi apresentado como o primeiro tema de rock'n'roll português a passar na rádio, muito antes de Rui Veloso ou Xutos & Pontapés. Foi dedicado à geração que tem menos de 30 anos. Menos de 30 anos, mais de 30 anos, menos de 60 anos, mais de 60 anos, todos podemos apreciar a música intemporal e incomparável de José Cid. E não há como um concerto do Mestre para prová-lo.

7 Comments:

At 3:19 da tarde, Blogger Fuazona said...

Não podia concordar mais! O José Cid é um senhor da musica. Ando a planear uma missão de reconhecimento á sua casa em Mogofores, ouvi dizer que ele recebe pessoas importantes... Podias ir tu como pessoa importante e eu e os meus amigos de penetras! =D

Ainda me lembro da 1ª vez que vi um concerto de José Cid, recordo com saudade as suas palavras: "Se o Rui Veloso é o pai do rock português, eu sou sem duvida a mãe!"

 
At 4:15 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Lembro-me do ZéCid aínda ele era careca.
Lembro-me bem do quarteto 1111.
Lembro-me bem do "alferes cuequinha" - a sua alcunha quando esteve na OTA a dar recruta á 2º/69 com o tenente Coelho e a cadela (a cadela era do tenente Coelho).
Será hoje muito dificil fazer musica como ele fez, e o Mike Sargent.
Só a saudade nos resta.

 
At 6:28 da tarde, Anonymous Tó Beda said...

Grande Concerto :-) Também lá estive.

 
At 1:16 da manhã, Anonymous Anónimo said...

é com bons olhos k vejo pela primeira vez um blog do nosso grande jose cid... esse sim um senhor da musica portuguesa e nao estas novas apostas da endmol como os dzrd... sei k este bloog the fans .. continua no anonimato mas adorva k fizessemos um jantar e debatessemos .. temas do proprio jose cid seria como nascer outra vez interessados contactar Paulovieira_22@hotmail.com grande abraco :)963129556

 
At 10:08 da manhã, Anonymous Anónimo said...

ya o jose cid é k ta a dar!!!
kando decidirem faxer o tal jantar agradecia k cntactacem para 915534508... Bjoes gandes pa ti meu mestre da musica! :)

 
At 10:12 da manhã, Anonymous Anónimo said...

o jose cid é um bacanão!
Ganda maluco! Ele a tocar piano parece um rapper! Gstava de saber tocar cmo ele! Ele é tótil! Gstava de o cunhecer! Será k nest e momento ele esta em mogofores! Ja agr... Ond fica isso?!

 
At 1:38 da tarde, Anonymous Renato Antunes said...

So depois de vermos um espectaculo de Jose Cid ao vivo é que percebemos a toda a grandeza e genialidade deste grande senhor da musica! e geniais sao também os musicos e vozes que o acompanham! Bastou um concerto dele em Constância para ficar um fa incondicional!

 

Enviar um comentário

<< Home