quinta-feira, abril 20

SLANG MAGAZINE E ALGUMAS PARVOÍCES


Fui avisado de que este blog era mencionado ("listado" é melhor) num artigo sobre blogs portugueses na nova Slang Magazine. O artigo era de um tal Boldfinger, um jornalista misterioso, que também escreveu uma excelente reportagem sobre três diggas 'tugas, nada mais nada menos do que os três patrões da Loop. Toda a gente sabe que é sempre uma delícia lê-los ou ouvi-los falar, pela imensa sabedoria que têm (aliás, em jeito de gozo o Buddha uma vez disse-me que lhe chamavam Buddha pela imensa sabedoria que jorra do seu ser, e isso não é propriamente mentira) e pela eloquência deles. Os maiores, como dá para comprovar, no caso de dois deles, no Hit Da Breakz e, no caso de outro deles, no disco e nos concertos como Rocky Marsiano. O resto da revista é também bom, apesar de só ter folheado. Bom papel, boas fotografias (excelentes as do skater) e apenas 3 € de preço de capa. Revista porreira.
Ouvi um tema do novo disco dos X-Wife, uma banda cujo ódio que me causa adoro exagerar, e percebi aquilo que há muito tempo já suspeitava. Não é que eles sejam maus, são mais aborrecidos do que maus. O som de teclado era absolutamente horrível, para ouvir teclados tão foleiros ouvia crunk ou algo ainda mais manhoso (e o Lil' Jon é bem mais tolerável que o Kitten), havia uma ou outra guitarra catita lá no meio e o Kitten (eu sei que ele não se chama assim na banda) é extremamente versátil como vocalista: arranja sempre modos novos de nos irritar. Agora parece já não gritar em falsete, tenta cantar com o falsete mais esforçado de sempre. Mas, ao invés de soar delicioso como o falsete pouco polido de um Pharrell Williams ou assim, soa irritante como sempre. Mas, como já disse, pelo menos não está a gritar.
O caso Nick Sylvester também parece fazer parte de um declínio na qualidade do Village Voice. Aproximam-se tempos maus, Chuck Eddy foi despedido e Robert Christgau, o mestre, o que quer que lhe queiram chamar, está para sair. É tudo culpa dos novos donos do jornal que parecem querer tentar fazer daquilo algo mais convencional ou assim. Otários.

7 Comments:

At 2:15 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Porque não dás um tiro nos cornos, porco mal-cheiroso?

 
At 6:00 da tarde, Blogger Rodrigo said...

Seguiria a tua sugestão se soubesse o teu nome. Não sigo sugestões de anónimos. Muito menos aqueles que me aconselham o suicídio. Para isso já o teria feito há muito tempo.

Abraços ou beijinhos,
Rodrigo

 
At 4:39 da manhã, Blogger Zé Lutas said...

enfim... há porcos para tudo: uns dão tiros nos cornos, outros fazem comentários idiotas nos blogs.

Por falar em blogs, descobri este enquanto procurava a fotografia do jose cid em que ele posa nú com o disco de ouro (acreditem ou não), e este foi das melhores surpresas que tive nos últimos tempos. Gostei da escrita, das temáticas e sobretudo da contudência e pertinência das intervenções. Obrigado por isso.

E se tempo houver, passai pelo nosso: radio-pirata.blogspot.com

bem haja.

 
At 10:34 da manhã, Blogger bolotavoadora said...

Amigo gostei muito do teu blog. Se conheceres alguem na minha freguesia, ou mesmo a qualquer blogger interessado em preservação do ambiente, divulga o meu blog. Obrigado. Continua o bom trabalho. Um abraço.

 
At 2:22 da tarde, Anonymous M said...

...

 
At 5:49 da tarde, Blogger cinnamon girl said...

Adorei as palavras...a partir de agora, a minha visita habitual!

 
At 3:15 da tarde, Anonymous absurdo said...

se e malcheiroso lava se. e um desperdicio um porco dar um tiro nos cornos. achava melhor por uma maça na boca e pimba saltar para dentro do forno. isso e q era bem janota, mas fazendo as contas, mais vale continuares a escrever, q tou a curtir. força ai porco malch... ups!! yyeeaaahh!!

 

Enviar um comentário

<< Home